MONITORIA

 

1.  O QUE É

A monitoria é um componente curricular que faz parte do Projeto Pedagógico dos cursos da PUC e contribui para o aperfeiçoamento do processo de ensino e aprendizagem

É uma modalidade de ensino e aprendizagem que contribui para a formação integrada do aluno nas atividades de ensino, pesquisa e extensão nos cursos de graduação.

      2. OBJETIVOS

 Tem como objetivo proporcionar a cooperação entre professores e alunos em beneficio     da qualidade de ensino ministrado e contribuir para a melhoria da qualidade de ensino.

Busca contribuir para despertar o interesse dos alunos na atividade docente, aproveitando a o conteúdo obtido em sua forma acadêmica nos cursos de graduação.

      3. AÇÕES

 Desenvolve e coloca em pratica uma serie de atividades que contribuem para o desenvolvimento do processo de ensino e aprendizagem.

              Seleciona e produz materiais didáticos.

              Auxilia o professor na orientação dos alunos nos estudos

     4. MONITORIA EM SOCIOLOGIA NO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL

Os monitores são selecionados no final de cada semestre, por meio de prova e entrevista, podendo ser reconduzidos  a critério do professor.

Há dois monitores para a sala, turma de 15 A 20 alunos.

A monitoria não é obrigatória,mas os alunos que participam dela recebem no final do semestre 1,0 de bônus.

Os monitores recebem uma bolsa no valor de seis horas semanais.

Os monitores têm um encontro semanal com seus monitorandos, ou na pré-aula ou na pós-aula ou à distância por meio do site do professor. Cabe à coordenação da monitoria definir turmas e horários

 As atividades de monitoria têm um valor de 1,5 em cada modulo, sendo 0,75, em atividades presenciais ou à distância e 0,75, numa questão da prova escrita.

 

AMANDA BERTOLINI    Telefone (19) 9 9821 4906

E-mail: bertolini.amandapsl@gmail.com


CINDY BENEDETTI    Telefone (19) 9 9484 - 1200

E-mail: cindycbenedetti@hotmail.com



Introdução às questões de monitoria do primeiro módulo:

Os exercícios online da monitoria de SPE deste primeiro módulo são compostos por questões que direcionam o estudo dos principais conceitos e conteúdos do livro "Sociologia da Sociedade Brasileira" de Álvaro de Vita em busca de auxiliar os estudantes num processo contínuo de estudo e aprendizado, além de incentivar pensamento crítico.


Lembramos que a sala foi dividida por ordem alfabética entre as duas monitoras: os primeiros 17 estudantes (da Alexia ao João Gabriel) são referenciados pela monitora Amanda e os 17 seguintes (da Joyce à Thais) pela monitora Cindy.

As monitoras estão disponíveis para discussão de dúvidas e para auxiliá-los na realização dos exercícios.

Vocês podem acompanhar a entrega de exercícios pelo clicando aqui

Bons estudos!


EXERCÍCIOS CAPÍTULO 1:

"Sociedade Colonial Brasileira e o Capitalismo"

Data limite para envio do exercício: 27/08/2018 (segunda-feira)


1- Quais os fatores apontados pelo autor para explicar a utilização de mão de obra escrava - em particular, a negra - no Brasil Colônia?


2- Relacione o conceito de "dependência externa" à crise da escravidão no século XIX conforme descrita no capítulo.



EXERCÍCIOS CAPÍTULO 2:

"A passagem do trabalho escravo para o trabalho livre"

Data limite para envio do exercício: 03/09/2018 (segunda-feira)

1. Na segunda metade do século XIX houve uma indicação de “modernização” que daria início ao desenvolvimento capitalista no Brasil. Quais acontecimentos indicavam a isso?

2. Explique sobre o colonato e compare com o trabalho assalariado, a relação típica do capitalismo.

3. “A escrava Carlota, em 1881, definiu o que era ser livre para ela: “não servir a pessoa alguma.”
O trecho acima, retirado do texto de Sidney Chalhoub - Visões da Liberdade, apresenta a concepção da escrava Carlota sobre ser livre. Comparando com a sociedade atual e com as relações sociais presentes, como você definiria “ser livre”.



EXERCÍCIOS CAPÍTULOS 3 E 4:

"A sociedade agrária brasileira 'tradicional'" e "Os conflitos no campo: messianismo e cangaço"

Data limite para envio do exercício: 17/09/2018 (segunda-feira)

1 - Relacione o compadrio com o surgimento de práticas como o apadrinhamento e o clientelismo na administração pública brasileira durante a República Velha.


2 - Do que se trata o mito da não-violência? Relacione-o à reação do Estado aos movimentos messiânicos de Contestado e Canudos.



EXERCÍCIOS CAPÍTULO 5:
"Desenvolvimento capitalista e lutas sociais no campo"

Data limite para envio do exercício: 24/09/2018 (segunda-feira)

1- Caracterize de forma crítica a ligação e lutas das Ligas Camponesas com o Movimento dos Trabalhadores sem Terra.


2- Ao contextualizar as estratégias de política do PCB, Álvaro de Vita apresenta que: "A conquista de direitos trabalhistas pelos trabalhadores rurais seria mais importante do que a luta pela reforma agrária" (1991).

Você concorda com a afirmação? Explique.



EXERCÍCIOS CAPÍTULO 7:
"Desenvolvimento capitalista e lutas sociais no campo"

Data limite para envio do exercício: /10/2018 (segunda-feira)

1- Explicite a relação traçada pelo autor quanto ao surgimento do movimento dos trabalhadores rurais sem terra, a estrutura fundiária no Brasil e a violência no campo.


2- Explique como a atuação do Movimento Sem Terra é relacionado no capítulo em questão com a criação da União Democrática Ruralista.



EXERCÍCIOS CAPÍTULO 8:
"O processo de industrialização no Brasil"

Data limite para envio do exercício: 15/10/2018 (segunda-feira)

Vídeo referência para feitura do exercício:Virtudes e defeitos do taylorismo na atualidade

1) A partir do conteúdo estudado em sala de aula, de seus conhecimentos prévios e da entrevista apresentada no vídeo acima, responda:

a) Quais as principais características do modo de produção taylorista?

b) Quais as vantagens e desvantagens introduzidas por tal modo de produção?

c) Quais as mudanças e permanências apontadas por Mario Sérgio Portella no que se refere às “formas atuais do taylorismo”?

d) Você concorda com a tese de que ainda não “sepultamos” tal modelo? Justifique.

Obs. Exercício pode ser enviado em texto corrido - não há necessidade de separação das respostas em itens.

 
 
  Site Map