MONITORIA

 

1.  O QUE É

A monitoria é um componente curricular que faz parte do Projeto Pedagógico dos cursos da PUC e contribui para o aperfeiçoamento do processo de ensino e aprendizagem

É uma modalidade de ensino e aprendizagem que contribui para a formação integrada do aluno nas atividades de ensino, pesquisa e extensão nos cursos de graduação.

      2. OBJETIVOS

 Tem como objetivo proporcionar a cooperação entre professores e alunos em beneficio     da qualidade de ensino ministrado e contribuir para a melhoria da qualidade de ensino.

Busca contribuir para despertar o interesse dos alunos na atividade docente, aproveitando a o conteúdo obtido em sua forma acadêmica nos cursos de graduação.

      3. AÇÕES

 Desenvolve e coloca em pratica uma serie de atividades que contribuem para o desenvolvimento do processo de ensino e aprendizagem.

              Seleciona e produz materiais didáticos.

              Auxilia o professor na orientação dos alunos nos estudos

     4. MONITORIA EM SOCIOLOGIA NO CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS

Os monitores são selecionados no final de cada semestre, por meio de prova e entrevista, podendo ser reconduzidos  a critério do professor.

Há dois monitores para cada sala, turma de vinte a trinta alunos.

A monitoria não é obrigatória,mas os alunos que participam dela recebem no final do semestre 1,0 de bônus.

Os monitores recebem uma bolsa no valor de seis horas semanais.

Os monitores têm um encontro semanal com seus monitorandos,ou na pré-aula ou na pós-aula ou à distância por meio do site do professor. Cabe à coordenação da monitoria definir turmas e horários

 As atividades de monitoria têm um valor de 1,5 em cada modulo, sendo 0,75, em atividades presenciais ou à distância e 0,75, numa questão da prova escrita.

 


        VICTOR - victor.marques.varollo@gmail.com

Atividade de Monitoria - nº 2
Data de entrega: 07.jun.2017


1) Em 2016 com o lançamento do iPhone 7 vários portais de notícias divulgaram matérias mostrando pessoas em filas gigantescas para comprar o smartphone da Apple com preço médio de 4 mil reais. (Uma das notícias pode ser encontrada no link: https://olhardigital.uol.com.br/noticia/fila-para-comprar-iphone-7-no-brasil-dura-uma-hora-e-meia/63857).

Tendo como base essas notícias, faça uma breve análise sociológica utilizando o conceito de fetichismo elaborado por Marx.

 

2) Tendo como base a tirinha de Bob Thaves e o conceito de alienação elaborado por Marx, faça uma breve reflexão sobre como o capitalismo aliena o trabalhador de seu próprio trabalho.

18902325_437966823251287_818067587_n



     




JESSICA
- jessicazzaramella@gmail.com

Atividade de Monitoria - nº 2
Data de entrega: 07.jun.2017



QUESTÃO 1

Eu despedi o meu patrão
(Zeca Baleiro e Capinan)

Eu despedi o meu patrão
desde o meu primeiro emprego
trabalho eu não quero não
eu pago pelo meu sossego

Ele roubava o que eu mais valia
e eu não gosto de ladrão
ninguém pode pagar nem pela vida mais vazia
eu despedi o meu patrão

Ele roubava o que eu mais valia
e eu não gosto de ladrão
ninguém pode pagar nem pela vida mais vadia
eu despedi o meu patrão

Não acredite no primeiro mundo
só acredite no seu próprio mundo
seu próprio mundo é o verdadeiro
não é o primeiro mundo não
seu próprio mundo é o verdadeiro
primeiro mundo então

Mande embora mande embora agora
mande embora agora mande embora o seu patrão
ele não pode pagar o preço
que vale a tua pobre vida ó meu
ó meu irmão


A partir da música “Eu despedi o meu patrão” de Zeca Baleiro e Capinan de 2002, defina o conceito de mais-valia, diferenciando a mais-valia absoluta e a mais-valia relativa. Seguidamente, discorra sobre a exploração a do trabalho na atualidade amparado por este conceito, evidenciando exemplos.

 

QUESTÃO 2

A partir da teoria de Karl Marx discutida em sala de aula e dos conceitos de exploração do trabalho, luta de classes e alienação, discorra sobre a Reforma das Leis Trabalhistas evidenciando os desdobramentos desta na realidade dos trabalhadores brasileiros.



QUESTÃO 3


Pronunciamento do presidente Michel Temer no dia 1 de maio de 2017 a respeito da Reforma das Leis Trabalhistas:

Meus amigos, minhas amigas,

O 1º de maio deste ano marca um momento histórico. Iniciamos nova fase, uma fase em favor do emprego.
Estamos fazendo a modernização das leis trabalhistas e você terá inúmeras vantagens. Primeiro, vamos criar mais empregos.
Segundo, todos os seus direitos trabalhistas estão assegurados. Com a modernização trabalhista aprovada pela Câmara dos Deputados, a criação de postos de trabalho, inclusive para os jovens, ocorrerá de forma muito mais rápida.
A nova lei garante os direitos não só para os empregos diretos, mas também para os temporários e terceirizados. Todos com carteira assinada. Portanto, concede direitos àqueles trabalhadores que antes não tinham. Empresários e trabalhadores poderão negociar acordos coletivos de maneira livre e soberana. O diálogo é a palavra de ordem.
Além de mais empregos, o resultado será mais harmonia na relação de trabalho, e, portanto, menos ações na Justiça. As empresas que pagarem salário diferente para homens e mulheres que exercem a mesma função em locais idênticos de trabalho, serão punidas. O salário há de ser o mesmo. O mesmo vale se houver discriminação salarial relacionada à etnia, nacionalidade ou idade.
Todas essas mudanças se somam a outras medidas importantes, já tomadas pelo governo, em benefício dos trabalhadores. Vou lembrar que nós liberamos, pela primeira vez, as chamadas contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, para que o trabalhador possa usar um dinheiro que é seu por absoluto direito. Nos dois últimos meses [R$] 15 bilhões já foram devolvidos aos trabalhadores. Até julho serão quase R$ 40 bilhões. Um recurso que faz toda a diferença na hora de você pagar uma dívida, comprar um bem, abrir um pequeno negócio, fazer uma viagem.
Ainda pensando na família brasileira, nós lançamos o Cartão Reforma. São em torno de R$ 5 mil para você reformar sua casa com obras necessárias: ampliar um quarto para os filhos, melhorar o banheiro, melhorar a cozinha. Não é um empréstimo, é um dinheiro para você, que não terá de devolvê-lo. Além de melhorar sua casa, movimentará a economia e gerará emprego.
Isso me faz lembrar nossa maior preocupação: há menos de um ano recebemos um país com muitos milhões de desempregados. O desemprego ainda persiste, mas estamos trabalhando o tempo todo para mudar esse quadro: baixamos a inflação de 10,7% o ano para 4,5 % ao ano. A área econômica está recuperando a confiança do país. Isto significa que você terá a abertura de mais empregos muito brevemente.
Finalmente, ao cumprimentar o trabalhador, trago essa mensagem de otimismo e harmonia entre todos os brasileiros. É com trabalho que vamos vencer nossas dificuldades. Os resultados já começam a aparecer.
Acredite no Brasil, acredite na força de cada um em transformar o nosso País. Muito obrigado e bom trabalho.


Disponível em:< http://g1.globo.com/politica/noticia/criacao-de-postos-de-trabalho-ocorrera-de-forma-muito-mais-rapida-com-reforma-diz-temer.ghtml>. Acesso em: 31.mai.2017.

A partir do pronunciamento do presidente em exercício, do cenário político e econômico atual e da teoria do Marx sobre a exploração do trabalho, problematize: se a solução para o desemprego for precarizar o trabalho, escravidão é política de pleno emprego?


Tirinha de
André Dahmer

tirinha5DC111CF-1E9C-00D4-56E7-4DAE9D454EF7

 

 




 
 
  Site Map